segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

A loucura de Burton no país das Maravilhas.



Alice.

Olha, estou curiosa com relação a este filme.

Gosto do estilo de Tim Burton. Serezinhos esquisitos, a loucura latente das personagens, a filmografia sombria....

Alice no País das Maravilhas é a obra perfeita para ser adaptada para o cinema pelo diretor. Ele tem todo o tipo de liberdade para explorar os seres mais estranhos.

Lembro que quando vi as primeira imagens fiquei satisfeita. Sou fã confessa da nova versão de A Fábrica de Chocolate. Em grande parte pela figuraça que é o dono da fábrica, encarnado com perfeição e tiques por Jhonny Depp. (Ele sempre, mas sempre, bate a cabeça no tal elevador de vidro invisível! É impagável.)

Aliás, Tim Burton e Depp são tipo...Almas gêmeas. A Noiva Cadáver foi uma animação pela qual também caí de amores e a dupla repete a parceria.

O barbeiro de Sevilha, também. Aliás, não só Depp. Há um time de atores que são figurinhas carimbadas em suas produções.

Bom, em terrinhas brasileiras o filme só estreia em abril.

Vejamos o que Tim Burton vai tirar da cartola.

Ou melhor, do chapéu do Chapeleiro maluco! rs

E foi uma vez!






Um comentário:

  1. Acho que o J. Depp é o melhor ator dos últimos tempos. Esta semana mesmo assisti dois filmes que seriam meras porcarias (desculpe-me a expressão), mas q ele deu vida aos protagonistas de tal forma q transformou em obras primas, creio que não tiveram o devido valor na época em que foram lançados, mas esses filmes, já nasceram cult. São eles, "a janela secreta", e "os nove portais". Nunca vi um ator conseguir ir do bizarro (a fábrica de chocolates) ao dramático (Edward mãos de tesoura), passar por galã sensual (Don Juan)e ainda por cima fazer o que quer q seja, ele deveria se chamar Midas e não Jonhy! E com certeza, Alice será mais uma obra magnifica da atuaçao dele.

    ResponderExcluir