terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Uma heroína no estilo de Kill Bill


Bem, algumas vezes tenho o costume de assistir o meu querido irmãozão jogar video-game e, devo dizer que estou cada vez mais impressionada com o que tenho visto.


Gráficos espetaculares, enredo bem feito, cenografia elaborada, movimentos cada vez mais complexos.


É o que posso dizer do game para o XBox 360, chamado Wet.

De início achei o gráfico meio estranho, mas ao longo do jogo pude notar que é pura questão de estilo, de identidade visual mesmo.


O enredo gira em torno da mercenária de aluguel Rubi. Por dinheiro, a moçoila aceita as mais variadas missões. E lá vai ela. Um tanto boca suja, sedenta de sangue e devidamente armada, Rubi faz acrobacias espetaculares. (lembrei muito do Prince of persia quando vi o coitado do meu irmão correndo pelas paredes e executando pulos dignos de um acrobata circense)


Não sei quanto a jogabilidade e tal, até porque não joguei. Mas, tem uma fase que a heroína perde o controle. A tela fica totalmente vermelha, as silhuetas das personagens pretas e ao fundo um rock embala a fúria da personagem. É quase impossível não sentir a adrenalina subir. (e, acredito que este seja o objetivo, já que a trilha sonora do game traz músicas neste estilo - rock e algumas pegadas country.)


Não é um game para crianças. Nem um pouco. É bem violento, confesso. (sangue jorra pra todo o lado e a trilha sonora só contribui para aumentar a sensação de "vamos matar todo mundo". Bem, quem conhece o estilo de Quentin Tarantino sabe como a coisa toda funciona.)


De qualquer forma, o que mais me chamou a atenção foi o estilo do game, com diversas propagandas - parecem dos anos setenta, sei lá, não consegui identificar bem - rolando nos intervalos entre uma fase e outra.


Navegando pela net encontrei um comentário no brainstorm 9 sobre o assunto. Trata-se do vídeo de lançamento do game. Segundo o site: um vídeo viral musical. (visite e confira: www.brainstorm9.com.br/2009/08/04/wet-quando-ate-as-suas-vitimas-ficam-impressionadas/) Olha, inclusive, este vídeo é ótimo. Uma balada romântica das vítimas de Rubi para Rubi!Muito boa a brincadeira da desenvolvedora Bethesda. Achei bem bolado.


Enfim. Não é de hoje que os games também estão se transformando em ferramenta para propaganda.... Comentarei mais sobre o assunto dentro em breve.


E foi uma vez!

Nenhum comentário:

Postar um comentário